Ano XIV
Pargos e pontes, que sei eu?




Editorial

Blogues

  • A casa improvável

  • À esquina da tecla

  • A Irmandade do Éter

  • A Porta Nobre

  • About Portugal

  • Abrupto

  • Agence eureka

  • Agenda do dia

  • Aguasdosul

  • Alberto Velho Nogueira - Homem à Janela

  • ALerNavios

  • Aliás

  • Almada Virtual Museum

  • Almanak Silva

  • Alvor-Silves

  • Apeadeiro das Virtudes

  • Aquela Música do Anúncio...

  • Aubade

  • Barra de ferro

  • Bic Laranja

  • Blog de Albergaria

  • Bonecos de bolso

  • Caderno de Viagem

  • Camafunga

  • Caminhos de Ferro Vale da Fumaça

  • Chiqsland Corporation

  • Coisa de gordo

  • Confessionário de um Padre

  • Da Rússia

  • Das palavras o espaço

  • De Rerum Natura

  • Debaixo dos arcos

  • Der Terrorist

  • Desenhos de Luís Ançã

  • Diário de Bordo

  • Dias que voam

  • Do Porto e não só...

  • Do Tempo da Outra Senhora

  • Dragoscópio

  • Fábulas

  • Fiel Inimigo

  • Física na Veia!

  • Forum ilha das Flores

  • Fragmagens

  • Gerotempo

  • Girassol Falante

  • Glosa Crua

  • Horas extraordinárias

  • Ié-ié

  • Impertinências

  • Incursões

  • Indústrias Culturais

  • Intimista

  • Irritado

  • João Freitas Farinha - Fotografia

  • Katia Maia

  • Kyrie Eleison

  • Linguagista

  • Local & Blogal

  • Lugares Esquecidos

  • Malomil

  • Margens de erro

  • Massa com cenas

  • Memórias…e outras coisas...

  • Meu Bazar de Idéias

  • Murcon

  • Nãocoisas à vista

  • Navegantes ao Mar

  • Nesta hora

  • Notas de Circunstância 2

  • Old Beef Traquinoy Company

  • Olhares Cruzados

  • Ouriquense

  • Paulinho Assunção

  • Ponteiros parados

  • Porto Sombrio

  • Praça da República

  • 4R - Quarta República

  • Restos de Colecção

  • Retalhos de Bem-Fica

  • Retratos de Portugal

  • Retrovisor

  • Ruas de Lisboa com alguma história

  • Ruin'Arte

  • Ruminaçœs Digitais

  • Sai-te daqui

  • Sorumbático

  • Stars & Mythical Creatures

  • Tapornumporco

  • Torrada e meia de leite

  • Travessa do Fala-Só

  • Umbigo do Sonho

  • Viajar e Descobrir

  • Ylang - Ylang


  • Arquivo morto

  • 10 Agosto 2003
  • 17 Agosto 2003
  • 24 Agosto 2003
  • 14 Setembro 2003
  • 21 Setembro 2003
  • 28 Setembro 2003
  • 12 Outubro 2003
  • 19 Outubro 2003
  • 26 Outubro 2003
  • 02 Novembro 2003
  • 09 Novembro 2003
  • 16 Novembro 2003
  • 23 Novembro 2003
  • 30 Novembro 2003
  • 07 Dezembro 2003
  • 14 Dezembro 2003
  • 21 Dezembro 2003
  • 28 Dezembro 2003
  • 04 Janeiro 2004
  • 11 Janeiro 2004
  • 18 Janeiro 2004
  • 25 Janeiro 2004
  • 01 Fevereiro 2004
  • 08 Fevereiro 2004
  • 15 Fevereiro 2004
  • 22 Fevereiro 2004
  • 29 Fevereiro 2004
  • 07 Março 2004
  • 14 Março 2004
  • 21 Março 2004
  • 28 Março 2004
  • 04 Abril 2004
  • 11 Abril 2004
  • 18 Abril 2004
  • 25 Abril 2004
  • 02 Maio 2004
  • 09 Maio 2004
  • 16 Maio 2004
  • 23 Maio 2004
  • 30 Maio 2004
  • 06 Junho 2004
  • 13 Junho 2004
  • 20 Junho 2004
  • 27 Junho 2004
  • 04 Julho 2004
  • 11 Julho 2004
  • 18 Julho 2004
  • 25 Julho 2004
  • 01 Agosto 2004
  • 08 Agosto 2004
  • 15 Agosto 2004
  • 22 Agosto 2004
  • 29 Agosto 2004
  • 05 Setembro 2004
  • 12 Setembro 2004
  • 19 Setembro 2004
  • 26 Setembro 2004
  • 03 Outubro 2004
  • 10 Outubro 2004
  • 17 Outubro 2004
  • 24 Outubro 2004
  • 31 Outubro 2004
  • 07 Novembro 2004
  • 14 Novembro 2004
  • 21 Novembro 2004
  • 28 Novembro 2004
  • 05 Dezembro 2004
  • 12 Dezembro 2004
  • 19 Dezembro 2004
  • 26 Dezembro 2004
  • 02 Janeiro 2005
  • 09 Janeiro 2005
  • 16 Janeiro 2005
  • 23 Janeiro 2005
  • 30 Janeiro 2005
  • 06 Fevereiro 2005
  • 13 Fevereiro 2005
  • 20 Fevereiro 2005
  • 27 Fevereiro 2005
  • 06 Março 2005
  • 13 Março 2005
  • 20 Março 2005
  • 27 Março 2005
  • 03 Abril 2005
  • 10 Abril 2005
  • 17 Abril 2005
  • 24 Abril 2005
  • 01 Maio 2005
  • 08 Maio 2005
  • 15 Maio 2005
  • 22 Maio 2005
  • 29 Maio 2005
  • 05 Junho 2005
  • 12 Junho 2005
  • 19 Junho 2005
  • 26 Junho 2005
  • 03 Julho 2005
  • 10 Julho 2005
  • 17 Julho 2005
  • 24 Julho 2005
  • 31 Julho 2005
  • 07 Agosto 2005
  • 14 Agosto 2005
  • 21 Agosto 2005
  • 28 Agosto 2005
  • 04 Setembro 2005
  • 11 Setembro 2005
  • 18 Setembro 2005
  • 25 Setembro 2005
  • 02 Outubro 2005
  • 09 Outubro 2005
  • 16 Outubro 2005
  • 23 Outubro 2005
  • 30 Outubro 2005
  • 06 Novembro 2005
  • 13 Novembro 2005
  • 20 Novembro 2005
  • 27 Novembro 2005
  • 04 Dezembro 2005
  • 11 Dezembro 2005
  • 18 Dezembro 2005
  • 25 Dezembro 2005
  • 01 Janeiro 2006
  • 08 Janeiro 2006
  • 15 Janeiro 2006
  • 22 Janeiro 2006
  • 29 Janeiro 2006
  • 05 Fevereiro 2006
  • 12 Fevereiro 2006
  • 19 Fevereiro 2006
  • 26 Fevereiro 2006
  • 05 Março 2006
  • 12 Março 2006
  • 19 Março 2006
  • 26 Março 2006
  • 02 Abril 2006
  • 09 Abril 2006
  • 16 Abril 2006
  • 23 Abril 2006
  • 30 Abril 2006
  • 07 Maio 2006
  • 14 Maio 2006
  • 21 Maio 2006
  • 28 Maio 2006
  • 04 Junho 2006
  • 11 Junho 2006
  • 18 Junho 2006
  • 25 Junho 2006
  • 02 Julho 2006
  • 09 Julho 2006
  • 16 Julho 2006
  • 23 Julho 2006
  • 30 Julho 2006
  • 06 Agosto 2006
  • 13 Agosto 2006
  • 20 Agosto 2006
  • 27 Agosto 2006
  • 03 Setembro 2006
  • 10 Setembro 2006
  • 17 Setembro 2006
  • 24 Setembro 2006
  • 01 Outubro 2006
  • 08 Outubro 2006
  • 15 Outubro 2006
  • 22 Outubro 2006
  • 29 Outubro 2006
  • 05 Novembro 2006
  • 12 Novembro 2006
  • 19 Novembro 2006
  • 26 Novembro 2006
  • 17 Dezembro 2006
  • 24 Dezembro 2006
  • 31 Dezembro 2006
  • 07 Janeiro 2007
  • 14 Janeiro 2007
  • 21 Janeiro 2007
  • 28 Janeiro 2007
  • 04 Fevereiro 2007
  • 11 Fevereiro 2007
  • 18 Fevereiro 2007
  • 25 Fevereiro 2007
  • 04 Março 2007
  • 11 Março 2007
  • 18 Março 2007
  • 25 Março 2007
  • 01 Abril 2007
  • 08 Abril 2007
  • 15 Abril 2007
  • 22 Abril 2007
  • 29 Abril 2007
  • 06 Maio 2007
  • 13 Maio 2007
  • 20 Maio 2007
  • 27 Maio 2007
  • 03 Junho 2007
  • 10 Junho 2007
  • 17 Junho 2007
  • 24 Junho 2007
  • 01 Julho 2007
  • 08 Julho 2007
  • 15 Julho 2007
  • 22 Julho 2007
  • 29 Julho 2007
  • 05 Agosto 2007
  • 12 Agosto 2007
  • 19 Agosto 2007
  • 26 Agosto 2007
  • 02 Setembro 2007
  • 09 Setembro 2007
  • 16 Setembro 2007
  • 23 Setembro 2007
  • 30 Setembro 2007
  • 07 Outubro 2007
  • 14 Outubro 2007
  • 21 Outubro 2007
  • 28 Outubro 2007
  • 04 Novembro 2007
  • 11 Novembro 2007
  • 18 Novembro 2007
  • 25 Novembro 2007
  • 02 Dezembro 2007
  • 09 Dezembro 2007
  • 16 Dezembro 2007
  • 23 Dezembro 2007
  • 30 Dezembro 2007
  • 06 Janeiro 2008
  • 13 Janeiro 2008
  • 20 Janeiro 2008
  • 27 Janeiro 2008
  • 03 Fevereiro 2008
  • 10 Fevereiro 2008
  • 17 Fevereiro 2008
  • 24 Fevereiro 2008
  • 02 Março 2008
  • 09 Março 2008
  • 16 Março 2008
  • 23 Março 2008
  • 30 Março 2008
  • 06 Abril 2008
  • 13 Abril 2008
  • 20 Abril 2008
  • 27 Abril 2008
  • 04 Maio 2008
  • 11 Maio 2008
  • 18 Maio 2008
  • 25 Maio 2008
  • 01 Junho 2008
  • 08 Junho 2008
  • 15 Junho 2008
  • 22 Junho 2008
  • 29 Junho 2008
  • 06 Julho 2008
  • 13 Julho 2008
  • 20 Julho 2008
  • 27 Julho 2008
  • 03 Agosto 2008
  • 10 Agosto 2008
  • 17 Agosto 2008
  • 24 Agosto 2008
  • 31 Agosto 2008
  • 07 Setembro 2008
  • 14 Setembro 2008
  • 21 Setembro 2008
  • 28 Setembro 2008
  • 05 Outubro 2008
  • 12 Outubro 2008
  • 19 Outubro 2008
  • 26 Outubro 2008
  • 02 Novembro 2008
  • 09 Novembro 2008
  • 16 Novembro 2008
  • 23 Novembro 2008
  • 30 Novembro 2008
  • 07 Dezembro 2008
  • 14 Dezembro 2008
  • 21 Dezembro 2008
  • 28 Dezembro 2008
  • 04 Janeiro 2009
  • 11 Janeiro 2009
  • 18 Janeiro 2009
  • 25 Janeiro 2009
  • 01 Fevereiro 2009
  • 08 Fevereiro 2009
  • 15 Fevereiro 2009
  • 22 Fevereiro 2009
  • 01 Março 2009
  • 08 Março 2009
  • 15 Março 2009
  • 22 Março 2009
  • 29 Março 2009
  • 05 Abril 2009
  • 12 Abril 2009
  • 19 Abril 2009
  • 26 Abril 2009
  • 03 Maio 2009
  • 10 Maio 2009
  • 17 Maio 2009
  • 24 Maio 2009
  • 31 Maio 2009
  • 07 Junho 2009
  • 14 Junho 2009
  • 21 Junho 2009
  • 28 Junho 2009
  • 05 Julho 2009
  • 12 Julho 2009
  • 19 Julho 2009
  • 26 Julho 2009
  • 02 Agosto 2009
  • 09 Agosto 2009
  • 16 Agosto 2009
  • 23 Agosto 2009
  • 30 Agosto 2009
  • 06 Setembro 2009
  • 13 Setembro 2009
  • 20 Setembro 2009
  • 27 Setembro 2009
  • 04 Outubro 2009
  • 11 Outubro 2009
  • 18 Outubro 2009
  • 25 Outubro 2009
  • 01 Novembro 2009
  • 08 Novembro 2009
  • 15 Novembro 2009
  • 22 Novembro 2009
  • 29 Novembro 2009
  • 06 Dezembro 2009
  • 13 Dezembro 2009
  • 20 Dezembro 2009
  • 27 Dezembro 2009
  • 03 Janeiro 2010
  • 10 Janeiro 2010
  • 17 Janeiro 2010
  • 31 Janeiro 2010
  • 07 Fevereiro 2010
  • 14 Fevereiro 2010
  • 21 Fevereiro 2010
  • 28 Fevereiro 2010
  • 07 Março 2010
  • 14 Março 2010
  • 21 Março 2010
  • 28 Março 2010
  • 04 Abril 2010
  • 11 Abril 2010
  • 18 Abril 2010
  • 25 Abril 2010
  • 02 Maio 2010
  • 09 Maio 2010
  • 16 Maio 2010
  • 23 Maio 2010
  • 30 Maio 2010
  • 06 Junho 2010
  • 13 Junho 2010
  • 20 Junho 2010
  • 27 Junho 2010
  • 04 Julho 2010
  • 11 Julho 2010
  • 18 Julho 2010
  • 25 Julho 2010
  • 01 Agosto 2010
  • 08 Agosto 2010
  • 15 Agosto 2010
  • 22 Agosto 2010
  • 29 Agosto 2010
  • 05 Setembro 2010
  • 12 Setembro 2010
  • 19 Setembro 2010
  • 26 Setembro 2010
  • 03 Outubro 2010
  • 10 Outubro 2010
  • 17 Outubro 2010
  • 24 Outubro 2010
  • 31 Outubro 2010
  • 07 Novembro 2010
  • 14 Novembro 2010
  • 21 Novembro 2010
  • 28 Novembro 2010
  • 05 Dezembro 2010
  • 12 Dezembro 2010
  • 19 Dezembro 2010
  • 26 Dezembro 2010
  • 02 Janeiro 2011
  • 09 Janeiro 2011
  • 16 Janeiro 2011
  • 23 Janeiro 2011
  • 30 Janeiro 2011
  • 06 Fevereiro 2011
  • 13 Fevereiro 2011
  • 20 Fevereiro 2011
  • 27 Fevereiro 2011
  • 06 Março 2011
  • 13 Março 2011
  • 20 Março 2011
  • 27 Março 2011
  • 03 Abril 2011
  • 10 Abril 2011
  • 17 Abril 2011
  • 24 Abril 2011
  • 01 Maio 2011
  • 08 Maio 2011
  • 15 Maio 2011
  • 22 Maio 2011
  • 29 Maio 2011
  • 05 Junho 2011
  • 12 Junho 2011
  • 19 Junho 2011
  • 26 Junho 2011
  • 03 Julho 2011
  • 10 Julho 2011
  • 17 Julho 2011
  • 24 Julho 2011
  • 31 Julho 2011
  • 07 Agosto 2011
  • 14 Agosto 2011
  • 21 Agosto 2011
  • 28 Agosto 2011
  • 04 Setembro 2011
  • 11 Setembro 2011
  • 18 Setembro 2011
  • 25 Setembro 2011
  • 02 Outubro 2011
  • 09 Outubro 2011
  • 16 Outubro 2011
  • 23 Outubro 2011
  • 30 Outubro 2011
  • 06 Novembro 2011
  • 13 Novembro 2011
  • 20 Novembro 2011
  • 27 Novembro 2011
  • 04 Dezembro 2011
  • 11 Dezembro 2011
  • 18 Dezembro 2011
  • 25 Dezembro 2011
  • 01 Janeiro 2012
  • 08 Janeiro 2012
  • 15 Janeiro 2012
  • 22 Janeiro 2012
  • 29 Janeiro 2012
  • 05 Fevereiro 2012
  • 12 Fevereiro 2012
  • 19 Fevereiro 2012
  • 26 Fevereiro 2012
  • 04 Março 2012
  • 11 Março 2012
  • 18 Março 2012
  • 25 Março 2012
  • 01 Abril 2012
  • 08 Abril 2012
  • 15 Abril 2012
  • 22 Abril 2012
  • 29 Abril 2012
  • 06 Maio 2012
  • 13 Maio 2012
  • 20 Maio 2012
  • 27 Maio 2012
  • 03 Junho 2012
  • 10 Junho 2012
  • 17 Junho 2012
  • 24 Junho 2012
  • 01 Julho 2012
  • 08 Julho 2012
  • 15 Julho 2012
  • 22 Julho 2012
  • 29 Julho 2012
  • 05 Agosto 2012
  • 12 Agosto 2012
  • 19 Agosto 2012
  • 26 Agosto 2012
  • 02 Setembro 2012
  • 09 Setembro 2012
  • 16 Setembro 2012
  • 23 Setembro 2012
  • 30 Setembro 2012
  • 07 Outubro 2012
  • 14 Outubro 2012
  • 21 Outubro 2012
  • 28 Outubro 2012
  • 04 Novembro 2012
  • 11 Novembro 2012
  • 18 Novembro 2012
  • 25 Novembro 2012
  • 02 Dezembro 2012
  • 09 Dezembro 2012
  • 16 Dezembro 2012
  • 23 Dezembro 2012
  • 30 Dezembro 2012
  • 06 Janeiro 2013
  • 13 Janeiro 2013
  • 20 Janeiro 2013
  • 27 Janeiro 2013
  • 03 Fevereiro 2013
  • 10 Fevereiro 2013
  • 17 Fevereiro 2013
  • 24 Fevereiro 2013
  • 03 Março 2013
  • 10 Março 2013
  • 17 Março 2013
  • 24 Março 2013
  • 31 Março 2013
  • 07 Abril 2013
  • 14 Abril 2013
  • 21 Abril 2013
  • 28 Abril 2013
  • 05 Maio 2013
  • 12 Maio 2013
  • 19 Maio 2013
  • 26 Maio 2013
  • 02 Junho 2013
  • 09 Junho 2013
  • 16 Junho 2013
  • 23 Junho 2013
  • 30 Junho 2013
  • 07 Julho 2013
  • 14 Julho 2013
  • 21 Julho 2013
  • 28 Julho 2013
  • 04 Agosto 2013
  • 11 Agosto 2013
  • 18 Agosto 2013
  • 25 Agosto 2013
  • 01 Setembro 2013
  • 08 Setembro 2013
  • 15 Setembro 2013
  • 22 Setembro 2013
  • 29 Setembro 2013
  • 06 Outubro 2013
  • 13 Outubro 2013
  • 20 Outubro 2013
  • 27 Outubro 2013
  • 03 Novembro 2013
  • 10 Novembro 2013
  • 17 Novembro 2013
  • 24 Novembro 2013
  • 01 Dezembro 2013
  • 08 Dezembro 2013
  • 15 Dezembro 2013
  • 22 Dezembro 2013
  • 29 Dezembro 2013
  • 05 Janeiro 2014
  • 12 Janeiro 2014
  • 19 Janeiro 2014
  • 26 Janeiro 2014
  • 02 Fevereiro 2014
  • 09 Fevereiro 2014
  • 16 Fevereiro 2014
  • 23 Fevereiro 2014
  • 02 Março 2014
  • 09 Março 2014
  • 16 Março 2014
  • 23 Março 2014
  • 30 Março 2014
  • 06 Abril 2014
  • 13 Abril 2014
  • 20 Abril 2014
  • 27 Abril 2014
  • 04 Maio 2014
  • 11 Maio 2014
  • 18 Maio 2014
  • 25 Maio 2014
  • 01 Junho 2014
  • 08 Junho 2014
  • 15 Junho 2014
  • 22 Junho 2014
  • 29 Junho 2014
  • 06 Julho 2014
  • 13 Julho 2014
  • 20 Julho 2014
  • 27 Julho 2014
  • 03 Agosto 2014
  • 10 Agosto 2014
  • 17 Agosto 2014
  • 24 Agosto 2014
  • 31 Agosto 2014
  • 07 Setembro 2014
  • 14 Setembro 2014
  • 21 Setembro 2014
  • 28 Setembro 2014
  • 05 Outubro 2014
  • 12 Outubro 2014
  • 19 Outubro 2014
  • 26 Outubro 2014
  • 02 Novembro 2014
  • 09 Novembro 2014
  • 16 Novembro 2014
  • 23 Novembro 2014
  • 30 Novembro 2014
  • 07 Dezembro 2014
  • 14 Dezembro 2014
  • 21 Dezembro 2014
  • 28 Dezembro 2014
  • 04 Janeiro 2015
  • 11 Janeiro 2015
  • 18 Janeiro 2015
  • 25 Janeiro 2015
  • 01 Fevereiro 2015
  • 08 Fevereiro 2015
  • 15 Fevereiro 2015
  • 22 Fevereiro 2015
  • 01 Março 2015
  • 08 Março 2015
  • 15 Março 2015
  • 22 Março 2015
  • 29 Março 2015
  • 05 Abril 2015
  • 12 Abril 2015
  • 19 Abril 2015
  • 26 Abril 2015
  • 03 Maio 2015
  • 10 Maio 2015
  • 17 Maio 2015
  • 24 Maio 2015
  • 31 Maio 2015
  • 07 Junho 2015
  • 14 Junho 2015
  • 21 Junho 2015
  • 28 Junho 2015
  • 05 Julho 2015
  • 12 Julho 2015
  • 19 Julho 2015
  • 26 Julho 2015
  • 02 Agosto 2015
  • 09 Agosto 2015
  • 16 Agosto 2015
  • 23 Agosto 2015
  • 30 Agosto 2015
  • 06 Setembro 2015
  • 13 Setembro 2015
  • 20 Setembro 2015
  • 27 Setembro 2015
  • 04 Outubro 2015
  • 11 Outubro 2015
  • 18 Outubro 2015
  • 25 Outubro 2015
  • 01 Novembro 2015
  • 08 Novembro 2015
  • 15 Novembro 2015
  • 22 Novembro 2015
  • 29 Novembro 2015
  • 06 Dezembro 2015
  • 13 Dezembro 2015
  • 20 Dezembro 2015
  • 27 Dezembro 2015
  • 03 Janeiro 2016
  • 10 Janeiro 2016
  • 17 Janeiro 2016
  • 31 Janeiro 2016
  • 07 Fevereiro 2016
  • 14 Fevereiro 2016
  • 21 Fevereiro 2016
  • 28 Fevereiro 2016
  • 06 Março 2016
  • 13 Março 2016
  • 20 Março 2016
  • 27 Março 2016
  • 03 Abril 2016
  • 10 Abril 2016
  • 17 Abril 2016
  • 24 Abril 2016
  • 01 Maio 2016
  • 08 Maio 2016
  • 15 Maio 2016
  • 22 Maio 2016
  • 29 Maio 2016
  • 05 Junho 2016
  • 12 Junho 2016
  • 19 Junho 2016
  • 26 Junho 2016
  • 03 Julho 2016
  • 10 Julho 2016
  • 17 Julho 2016
  • 24 Julho 2016
  • 31 Julho 2016
  • 07 Agosto 2016
  • 14 Agosto 2016
  • 21 Agosto 2016
  • 28 Agosto 2016
  • 04 Setembro 2016
  • 11 Setembro 2016
  • 18 Setembro 2016
  • 25 Setembro 2016
  • 02 Outubro 2016
  • 09 Outubro 2016
  • 16 Outubro 2016
  • 23 Outubro 2016
  • 30 Outubro 2016
  • 06 Novembro 2016
  • 13 Novembro 2016
  • 20 Novembro 2016
  • 27 Novembro 2016
  • 04 Dezembro 2016
  • 11 Dezembro 2016
  • 18 Dezembro 2016
  • 25 Dezembro 2016
  • 01 Janeiro 2017
  • 08 Janeiro 2017
  • 15 Janeiro 2017
  • 22 Janeiro 2017
  • 29 Janeiro 2017
  • 05 Fevereiro 2017
  • 12 Fevereiro 2017
  • 19 Fevereiro 2017
  • 26 Fevereiro 2017

  • Boca do Rio, 2001




    24 de Novembro de 1966

    Um dia inesquecível.



    À segunda levantou voo o franchisável (III)

    Não posso precisar os detalhes da nossa chegada ao aeroclube. Mas uma coisa pode dizer-se e é certa: se fomos em meio aéreo, fizémo-lo com as rodas assentes no chão, taxiando.
    Já à chegada, notava-se que o irrepreensível estado de limpeza da aeronave do meu amigo contrastava com o estado de sujeira em que se encontravam quase todas as demais. Como se o simples facto de andar no ar concorresse para o acumular de merda nas asas, na carlinga e em toda a fuselagem, enfim.
    Mas depois de ziguezaguearmos pela frente e pela ré da reluzente máquina, agora exibindo o seu azul celeste ao lado da roulotte dos coiratos e das sandes de molho, e de eu ter medido bem os gestos e a pose do meu companheiro que em tudo se esforçava por estabelecer, sem a menor dúvida, o linque de posse entre ele próprio e o avião, enfrentámos as bancadas tribunícias onde algum público assistia à evolução de aparelhos e talvez até se despedisse de parentes e amigos embarcadiços.
    Isto depois de um pequeno incidente de que fui protagonista, quando entrei numa área reservada e tirei algumas fotografias. Ele fazia-me gestos com a mão para que não avançasse mais e me abstivesse de fotografar, com medo de qualquer admoestação na sua qualidade de membro do aeroclube. Eu lá continuei mais um bocado mas acabei por retroceder, sem que alguém me tenha interceptado.
    Foi entre a minha saída do portão gradeado da dita área e a chegada à bancada coberta, passando por uma ponte sobre um fosso na muralha que avistei, saltando de um baluarte, o franchisado.
    E digo ainda que era o franchisado, por calcular que o detentor da originalidade de tão grande malícia em tão pequeno corpo não tivesse tido tempo de ali chegar, mesmo que se tivesse apressado a seguir no meu encalço. Era pois o diabo por ele. Um franchisado.
    Fosse lá quem fosse, começou de imediato a arremessar-nos pedras assim que nos apanhou a tiro.
    Nem sequer o facto de nos encontrarmos já então em animada conversação com duas companheiras de bancada foi impeditivo da sua maldade. Distribuía-se entre as pedradas que ora acertavam em nós ora em terceiros e as investidas com paus afiados e as vergastadas com canas verdes.
    Acabámos por fazer uma retirada estratégica para a sala de espera, envidraçada, que ficava no topo da bancada e na qual havia uma abertura larga a oeste, do lado da pista de onde levantavam agora os aviões.
    As nossas amigas tinham-nos acompanhado. E havia indignação maioritária entre a assistência contra o renegado infante, embora uma minoria achasse que a criança não merecia censura alguma.
    Foi depois de mais uma investida pela tal abertura ocidental, que a coisa se deu. E deu-se rapidamente e da seguinte forma:
    O miúdo investira com uma lança de madeira pontiaguda contra o J.M.. Este, num salto felino, apanhou-o pelo cu das calças e saindo com ele para a parte da bancada, arremessou-o contra os cabos de alta tensão enfeitados com balões vermelhos. O miúdo chamuscou-se e fez ricochete, ao som do trovão. Foi parar de novo às mãos do J.M.. Este não hesitou e arremessou-o uma segunda vez, com tais ganas que me pareceu a mim que ele também tinha sofrido na pele as agressões do primeiro. E que era o franchisável, ele próprio, que levantava voo. Talvez não me tivesse enganado. À segunda foi de vez. O ricochete que fez agora, deveu-se apenas à elasticidade dos cabos, já mortos. Já morto ele também, com o choque da primeira vez.

    (continua ainda)



    Praia do Carvalhal, 1995




    Espólio (21)



    A minha visão do 22 de Novembro de há 43 anos, obtida em cima do acontecimento.



    Política há

    Ideias é que não.
    Há muito que é assim.
    A última ideia política de que dei conta - condicionada pelas circunstâncias da época - foi a da integração europeia. Daí para cá, um deserto.
    Um deserto em que só os que se encontram dentro das clientelas encontram diferenças de rumo. Como se houvesse até um rumo.
    Dá este governo, na linha que vinha embora mais ténue de outros anteriores, uma ideia de querer pôr a casa em ordem, o que é dizer tino nas contas.
    Faz bem. Faz muito bem.
    E é por isso que as costumeiras corporações já se queixam. Como se isto não dissesse respeito a todos.
    Não tenho, como já disse, pachorra para ouvir as lamúrias e os queixumes de tais corporações quase sempre representadas por inenarráveis criaturas bradando por tenças, alcavalas, comedorias e acrescentamentos.
    Há, porém, uma brecha grave pela qual podem acometer os protestantes - é a falta de autoridade moral dos governos, da qual é ridículo exemplo a publicação a rogo e a contragosto da lista de credores do Estado.
    Como disse, no deserto não há ideias. Nem rumo que se possa mudar.
    Mas há muitos pobrezinhos deslumbrados, convencidos de que vão não sei onde, com a arca que carrega o nosso dinheiro. Pobres de espírito.



    Ericeira, 2006




    Como daquela vez em Bariloche

    A mulher que não gostava de ser comentada encontrou-se, no dizer de Godard, com o homem que não gostava de ser lincado.
    Foi ali naquela esquina e não chegaram a dar um pelo outro.
    Como daquela vez em Bariloche.



    Queluz, 2006




    À segunda levantou voo o franchisável (II)

    Sei lá eu por que é que, no meio de tanta pressa, havia de me deter naquela sala. Mas detive-me o suficiente para reparar neste e naquele, no inevitável dr. azul acinzentado e nesta ou naquela figura feminina de fino recorte.
    Uma delas era portadora de uma criança amável e comportada que se encontrava sob ataque de uma outra, desbragada, quezilenta e maliciosa. A coisa descambou quando esta acertou aquela com um troço de pau de vassoura, deixando-a desmaiada.
    Os pais do agressor encolhiam os ombros.
    E a até ali morna atmosfera, toldou-se duma vez.
    Comentários reprovadores do dr. azul acizentado, como é que esta gentinha educa os filhos, e outros reparos sobre a gravidade do galo.
    Embrenhava-me eu em discurso mudo sobre os eventos junto de um homólogo quando fui acometido pelo pequeno malfeitor, que me acertava com o mesmíssimo pau de vassoura nas pernas.
    Dirigi um olhar fulminante à mãe da criança, certo de que nada adiantaria, e retirei-me, lembrado da urgência da abalada.
    Foi então que já não vi nem o meu irmão nem o J.R.. Procurei o carro, de ribeira abaixo, seja lá o que fôr que isto significa, a par de ser a descer a rua, e nada.
    Meti por uns atalhos sob o caminho-de-ferro, era daqueles viadutos com os encontros revestidos com silhares, e lá encontrei alguém que me deu indicações muito pouco preciosas.
    Desisti do comboio para voltar para casa e voltei à procura do carro, ribeira acima.
    Avistei-o mais ou menos a meio caminho. Vinha com ar de quem não quer a coisa mas era certo que já me tinha escolhido como vítima, mesmo porque não se via vivalma a mais por ali.
    Acertou-me primeiro com uma pequena pedra. Depois com um punhado de areia que me atirou aos olhos. Logo com uma pedra maior.
    Ainda encaixei mais sete ou oito ataques, ignorando-os como se nada fosse, até alcançar de novo o pórtico das instalações.
    O pequeno meliante tinha ficado para trás. Julguei infrutífero travar conversa com a mãe dele que se encontrava sentada no mesmo sítio, em amena cavaqueira com a parceira do lado.
    Saí de novo e de novo fui atacado com paus e pedras.
    A um certo ponto reagi, dando uma valente bofetada na cara do bandidote. Este retomou o ataque com fúria redobrada, como seria de esperar.
    Para evitar exceder-me com ele, resolvi entrar pelos tais corredores de vidro e utilizar o truque de mudar de nível, calculando que, pela sua reduzida estatura, não lhe seria possível agarrar a barra que possibilitava o balanço.
    Assim fiz e vi-me ao pé do velho J.M. a quem não via há uns bons tempos.
    Estranhei o facto de o ver envergando um dólman de piloto e respectivos cachecol e óculos.
    Sossegou-me. Era apenas o traje de aeroclube.

    (continua)



    Rio Tejo, 2006




    Co' a breca

    Duas notas, para mim curiosas, a propósito da publicidade televisiva.
    O anúncio do Montepio cortou a parte do convite para jantar.
    O anúncio do Ponto Verde manteve a frase "Co' a breca [...] não lembra ao careca!"
    O politicamente correcto não se aplica às criancinhas, tá visto.
    Para a próxima ousarão "...mariquinhas pé-de-salsa", "... do que um coxo", "... o zarolho", "... para o maneta" ?



    Furacões

    Parece-me muito pouco próprio que esta época de furacões tenha sido tão fraquinha.
    Coitados dos mensageiros da desgraça.



    Filhos e penteados

    Ainda não consegui perceber por que é que não teremos nós, todos os portugueses, direito a um emprego vitalício e respectiva tença, com valorização anual nominal positiva e valorizações extraordinárias garantidas a intervalos regulares.
    É a tal parábola dos filhos e dos penteados. E eu cada vez tenho menos pachorra para ouvir e para pagar estas cobóiadas corporativas. Eu e mais quantos?