Ano XV
Pargos e pontes, que sei eu?




Editorial

Blogues

  • A casa improvável

  • À esquina da tecla

  • A Irmandade do Éter

  • A Porta Nobre

  • About Portugal

  • Abrupto

  • Agence eureka

  • Agenda do dia

  • Aguasdosul

  • Alberto Velho Nogueira - Homem à Janela

  • ALerNavios

  • Aliás

  • Almada Virtual Museum

  • Almanak Silva

  • Alvor-Silves

  • Apeadeiro das Virtudes

  • Aquela Música do Anúncio...

  • Aubade

  • Bic Laranja

  • Blog de Albergaria

  • Bonecos de bolso

  • Caderno de Viagem

  • Camafunga

  • Caminhos de Ferro Vale da Fumaça

  • Chiqsland Corporation

  • Coisa de gordo

  • Confessionário de um Padre

  • Da Rússia

  • Das palavras o espaço

  • De Rerum Natura

  • Debaixo dos arcos

  • Der Terrorist

  • Desenhos de Luís Ançã

  • Diário de Bordo

  • Dias que voam

  • Do Porto e não só...

  • Do Tempo da Outra Senhora

  • Dragoscópio

  • Enquanto o azinho arde

  • Fábulas

  • Fiel Inimigo

  • Física na Veia!

  • Forum ilha das Flores

  • Fragmagens

  • Gerotempo

  • Girassol Falante

  • Glosa Crua

  • Horas extraordinárias

  • Ié-ié

  • Impertinências

  • Incursões

  • Indústrias Culturais

  • Intimista

  • Irritado

  • João Freitas Farinha - Fotografia

  • Katia Maia

  • Kyrie Eleison

  • Linguagista

  • Lugares Esquecidos

  • Malomil

  • Margens de erro

  • Massa com cenas

  • Memórias…e outras coisas...

  • Nãocoisas à vista

  • Navegantes ao Mar

  • Nesta hora

  • Notas de Circunstância 2

  • Old Beef Traquinoy Company

  • Olhares Cruzados

  • Ouriquense

  • Paulinho Assunção

  • Ponteiros parados

  • Porto Sombrio

  • Praça da República

  • 4R - Quarta República

  • Restos de Colecção

  • Retalhos de Bem-Fica

  • Retratos de Portugal

  • Retrovisor

  • Ruas de Lisboa com alguma história

  • Ruin'Arte

  • Ruminaçœs Digitais

  • Sai-te daqui

  • Sorumbático

  • Stars & Mythical Creatures

  • Tapornumporco

  • Torrada e meia de leite

  • Travessa do Fala-Só

  • Umbigo do Sonho

  • Viajar e Descobrir

  • Viajar. Porque sim.

  • Ylang - Ylang


  • Arquivo morto

  • 10 Agosto 2003
  • 17 Agosto 2003
  • 24 Agosto 2003
  • 14 Setembro 2003
  • 21 Setembro 2003
  • 28 Setembro 2003
  • 12 Outubro 2003
  • 19 Outubro 2003
  • 26 Outubro 2003
  • 02 Novembro 2003
  • 09 Novembro 2003
  • 16 Novembro 2003
  • 23 Novembro 2003
  • 30 Novembro 2003
  • 07 Dezembro 2003
  • 14 Dezembro 2003
  • 21 Dezembro 2003
  • 28 Dezembro 2003
  • 04 Janeiro 2004
  • 11 Janeiro 2004
  • 18 Janeiro 2004
  • 25 Janeiro 2004
  • 01 Fevereiro 2004
  • 08 Fevereiro 2004
  • 15 Fevereiro 2004
  • 22 Fevereiro 2004
  • 29 Fevereiro 2004
  • 07 Março 2004
  • 14 Março 2004
  • 21 Março 2004
  • 28 Março 2004
  • 04 Abril 2004
  • 11 Abril 2004
  • 18 Abril 2004
  • 25 Abril 2004
  • 02 Maio 2004
  • 09 Maio 2004
  • 16 Maio 2004
  • 23 Maio 2004
  • 30 Maio 2004
  • 06 Junho 2004
  • 13 Junho 2004
  • 20 Junho 2004
  • 27 Junho 2004
  • 04 Julho 2004
  • 11 Julho 2004
  • 18 Julho 2004
  • 25 Julho 2004
  • 01 Agosto 2004
  • 08 Agosto 2004
  • 15 Agosto 2004
  • 22 Agosto 2004
  • 29 Agosto 2004
  • 05 Setembro 2004
  • 12 Setembro 2004
  • 19 Setembro 2004
  • 26 Setembro 2004
  • 03 Outubro 2004
  • 10 Outubro 2004
  • 17 Outubro 2004
  • 24 Outubro 2004
  • 31 Outubro 2004
  • 07 Novembro 2004
  • 14 Novembro 2004
  • 21 Novembro 2004
  • 28 Novembro 2004
  • 05 Dezembro 2004
  • 12 Dezembro 2004
  • 19 Dezembro 2004
  • 26 Dezembro 2004
  • 02 Janeiro 2005
  • 09 Janeiro 2005
  • 16 Janeiro 2005
  • 23 Janeiro 2005
  • 30 Janeiro 2005
  • 06 Fevereiro 2005
  • 13 Fevereiro 2005
  • 20 Fevereiro 2005
  • 27 Fevereiro 2005
  • 06 Março 2005
  • 13 Março 2005
  • 20 Março 2005
  • 27 Março 2005
  • 03 Abril 2005
  • 10 Abril 2005
  • 17 Abril 2005
  • 24 Abril 2005
  • 01 Maio 2005
  • 08 Maio 2005
  • 15 Maio 2005
  • 22 Maio 2005
  • 29 Maio 2005
  • 05 Junho 2005
  • 12 Junho 2005
  • 19 Junho 2005
  • 26 Junho 2005
  • 03 Julho 2005
  • 10 Julho 2005
  • 17 Julho 2005
  • 24 Julho 2005
  • 31 Julho 2005
  • 07 Agosto 2005
  • 14 Agosto 2005
  • 21 Agosto 2005
  • 28 Agosto 2005
  • 04 Setembro 2005
  • 11 Setembro 2005
  • 18 Setembro 2005
  • 25 Setembro 2005
  • 02 Outubro 2005
  • 09 Outubro 2005
  • 16 Outubro 2005
  • 23 Outubro 2005
  • 30 Outubro 2005
  • 06 Novembro 2005
  • 13 Novembro 2005
  • 20 Novembro 2005
  • 27 Novembro 2005
  • 04 Dezembro 2005
  • 11 Dezembro 2005
  • 18 Dezembro 2005
  • 25 Dezembro 2005
  • 01 Janeiro 2006
  • 08 Janeiro 2006
  • 15 Janeiro 2006
  • 22 Janeiro 2006
  • 29 Janeiro 2006
  • 05 Fevereiro 2006
  • 12 Fevereiro 2006
  • 19 Fevereiro 2006
  • 26 Fevereiro 2006
  • 05 Março 2006
  • 12 Março 2006
  • 19 Março 2006
  • 26 Março 2006
  • 02 Abril 2006
  • 09 Abril 2006
  • 16 Abril 2006
  • 23 Abril 2006
  • 30 Abril 2006
  • 07 Maio 2006
  • 14 Maio 2006
  • 21 Maio 2006
  • 28 Maio 2006
  • 04 Junho 2006
  • 11 Junho 2006
  • 18 Junho 2006
  • 25 Junho 2006
  • 02 Julho 2006
  • 09 Julho 2006
  • 16 Julho 2006
  • 23 Julho 2006
  • 30 Julho 2006
  • 06 Agosto 2006
  • 13 Agosto 2006
  • 20 Agosto 2006
  • 27 Agosto 2006
  • 03 Setembro 2006
  • 10 Setembro 2006
  • 17 Setembro 2006
  • 24 Setembro 2006
  • 01 Outubro 2006
  • 08 Outubro 2006
  • 15 Outubro 2006
  • 22 Outubro 2006
  • 29 Outubro 2006
  • 05 Novembro 2006
  • 12 Novembro 2006
  • 19 Novembro 2006
  • 26 Novembro 2006
  • 17 Dezembro 2006
  • 24 Dezembro 2006
  • 31 Dezembro 2006
  • 07 Janeiro 2007
  • 14 Janeiro 2007
  • 21 Janeiro 2007
  • 28 Janeiro 2007
  • 04 Fevereiro 2007
  • 11 Fevereiro 2007
  • 18 Fevereiro 2007
  • 25 Fevereiro 2007
  • 04 Março 2007
  • 11 Março 2007
  • 18 Março 2007
  • 25 Março 2007
  • 01 Abril 2007
  • 08 Abril 2007
  • 15 Abril 2007
  • 22 Abril 2007
  • 29 Abril 2007
  • 06 Maio 2007
  • 13 Maio 2007
  • 20 Maio 2007
  • 27 Maio 2007
  • 03 Junho 2007
  • 10 Junho 2007
  • 17 Junho 2007
  • 24 Junho 2007
  • 01 Julho 2007
  • 08 Julho 2007
  • 15 Julho 2007
  • 22 Julho 2007
  • 29 Julho 2007
  • 05 Agosto 2007
  • 12 Agosto 2007
  • 19 Agosto 2007
  • 26 Agosto 2007
  • 02 Setembro 2007
  • 09 Setembro 2007
  • 16 Setembro 2007
  • 23 Setembro 2007
  • 30 Setembro 2007
  • 07 Outubro 2007
  • 14 Outubro 2007
  • 21 Outubro 2007
  • 28 Outubro 2007
  • 04 Novembro 2007
  • 11 Novembro 2007
  • 18 Novembro 2007
  • 25 Novembro 2007
  • 02 Dezembro 2007
  • 09 Dezembro 2007
  • 16 Dezembro 2007
  • 23 Dezembro 2007
  • 30 Dezembro 2007
  • 06 Janeiro 2008
  • 13 Janeiro 2008
  • 20 Janeiro 2008
  • 27 Janeiro 2008
  • 03 Fevereiro 2008
  • 10 Fevereiro 2008
  • 17 Fevereiro 2008
  • 24 Fevereiro 2008
  • 02 Março 2008
  • 09 Março 2008
  • 16 Março 2008
  • 23 Março 2008
  • 30 Março 2008
  • 06 Abril 2008
  • 13 Abril 2008
  • 20 Abril 2008
  • 27 Abril 2008
  • 04 Maio 2008
  • 11 Maio 2008
  • 18 Maio 2008
  • 25 Maio 2008
  • 01 Junho 2008
  • 08 Junho 2008
  • 15 Junho 2008
  • 22 Junho 2008
  • 29 Junho 2008
  • 06 Julho 2008
  • 13 Julho 2008
  • 20 Julho 2008
  • 27 Julho 2008
  • 03 Agosto 2008
  • 10 Agosto 2008
  • 17 Agosto 2008
  • 24 Agosto 2008
  • 31 Agosto 2008
  • 07 Setembro 2008
  • 14 Setembro 2008
  • 21 Setembro 2008
  • 28 Setembro 2008
  • 05 Outubro 2008
  • 12 Outubro 2008
  • 19 Outubro 2008
  • 26 Outubro 2008
  • 02 Novembro 2008
  • 09 Novembro 2008
  • 16 Novembro 2008
  • 23 Novembro 2008
  • 30 Novembro 2008
  • 07 Dezembro 2008
  • 14 Dezembro 2008
  • 21 Dezembro 2008
  • 28 Dezembro 2008
  • 04 Janeiro 2009
  • 11 Janeiro 2009
  • 18 Janeiro 2009
  • 25 Janeiro 2009
  • 01 Fevereiro 2009
  • 08 Fevereiro 2009
  • 15 Fevereiro 2009
  • 22 Fevereiro 2009
  • 01 Março 2009
  • 08 Março 2009
  • 15 Março 2009
  • 22 Março 2009
  • 29 Março 2009
  • 05 Abril 2009
  • 12 Abril 2009
  • 19 Abril 2009
  • 26 Abril 2009
  • 03 Maio 2009
  • 10 Maio 2009
  • 17 Maio 2009
  • 24 Maio 2009
  • 31 Maio 2009
  • 07 Junho 2009
  • 14 Junho 2009
  • 21 Junho 2009
  • 28 Junho 2009
  • 05 Julho 2009
  • 12 Julho 2009
  • 19 Julho 2009
  • 26 Julho 2009
  • 02 Agosto 2009
  • 09 Agosto 2009
  • 16 Agosto 2009
  • 23 Agosto 2009
  • 30 Agosto 2009
  • 06 Setembro 2009
  • 13 Setembro 2009
  • 20 Setembro 2009
  • 27 Setembro 2009
  • 04 Outubro 2009
  • 11 Outubro 2009
  • 18 Outubro 2009
  • 25 Outubro 2009
  • 01 Novembro 2009
  • 08 Novembro 2009
  • 15 Novembro 2009
  • 22 Novembro 2009
  • 29 Novembro 2009
  • 06 Dezembro 2009
  • 13 Dezembro 2009
  • 20 Dezembro 2009
  • 27 Dezembro 2009
  • 03 Janeiro 2010
  • 10 Janeiro 2010
  • 17 Janeiro 2010
  • 31 Janeiro 2010
  • 07 Fevereiro 2010
  • 14 Fevereiro 2010
  • 21 Fevereiro 2010
  • 28 Fevereiro 2010
  • 07 Março 2010
  • 14 Março 2010
  • 21 Março 2010
  • 28 Março 2010
  • 04 Abril 2010
  • 11 Abril 2010
  • 18 Abril 2010
  • 25 Abril 2010
  • 02 Maio 2010
  • 09 Maio 2010
  • 16 Maio 2010
  • 23 Maio 2010
  • 30 Maio 2010
  • 06 Junho 2010
  • 13 Junho 2010
  • 20 Junho 2010
  • 27 Junho 2010
  • 04 Julho 2010
  • 11 Julho 2010
  • 18 Julho 2010
  • 25 Julho 2010
  • 01 Agosto 2010
  • 08 Agosto 2010
  • 15 Agosto 2010
  • 22 Agosto 2010
  • 29 Agosto 2010
  • 05 Setembro 2010
  • 12 Setembro 2010
  • 19 Setembro 2010
  • 26 Setembro 2010
  • 03 Outubro 2010
  • 10 Outubro 2010
  • 17 Outubro 2010
  • 24 Outubro 2010
  • 31 Outubro 2010
  • 07 Novembro 2010
  • 14 Novembro 2010
  • 21 Novembro 2010
  • 28 Novembro 2010
  • 05 Dezembro 2010
  • 12 Dezembro 2010
  • 19 Dezembro 2010
  • 26 Dezembro 2010
  • 02 Janeiro 2011
  • 09 Janeiro 2011
  • 16 Janeiro 2011
  • 23 Janeiro 2011
  • 30 Janeiro 2011
  • 06 Fevereiro 2011
  • 13 Fevereiro 2011
  • 20 Fevereiro 2011
  • 27 Fevereiro 2011
  • 06 Março 2011
  • 13 Março 2011
  • 20 Março 2011
  • 27 Março 2011
  • 03 Abril 2011
  • 10 Abril 2011
  • 17 Abril 2011
  • 24 Abril 2011
  • 01 Maio 2011
  • 08 Maio 2011
  • 15 Maio 2011
  • 22 Maio 2011
  • 29 Maio 2011
  • 05 Junho 2011
  • 12 Junho 2011
  • 19 Junho 2011
  • 26 Junho 2011
  • 03 Julho 2011
  • 10 Julho 2011
  • 17 Julho 2011
  • 24 Julho 2011
  • 31 Julho 2011
  • 07 Agosto 2011
  • 14 Agosto 2011
  • 21 Agosto 2011
  • 28 Agosto 2011
  • 04 Setembro 2011
  • 11 Setembro 2011
  • 18 Setembro 2011
  • 25 Setembro 2011
  • 02 Outubro 2011
  • 09 Outubro 2011
  • 16 Outubro 2011
  • 23 Outubro 2011
  • 30 Outubro 2011
  • 06 Novembro 2011
  • 13 Novembro 2011
  • 20 Novembro 2011
  • 27 Novembro 2011
  • 04 Dezembro 2011
  • 11 Dezembro 2011
  • 18 Dezembro 2011
  • 25 Dezembro 2011
  • 01 Janeiro 2012
  • 08 Janeiro 2012
  • 15 Janeiro 2012
  • 22 Janeiro 2012
  • 29 Janeiro 2012
  • 05 Fevereiro 2012
  • 12 Fevereiro 2012
  • 19 Fevereiro 2012
  • 26 Fevereiro 2012
  • 04 Março 2012
  • 11 Março 2012
  • 18 Março 2012
  • 25 Março 2012
  • 01 Abril 2012
  • 08 Abril 2012
  • 15 Abril 2012
  • 22 Abril 2012
  • 29 Abril 2012
  • 06 Maio 2012
  • 13 Maio 2012
  • 20 Maio 2012
  • 27 Maio 2012
  • 03 Junho 2012
  • 10 Junho 2012
  • 17 Junho 2012
  • 24 Junho 2012
  • 01 Julho 2012
  • 08 Julho 2012
  • 15 Julho 2012
  • 22 Julho 2012
  • 29 Julho 2012
  • 05 Agosto 2012
  • 12 Agosto 2012
  • 19 Agosto 2012
  • 26 Agosto 2012
  • 02 Setembro 2012
  • 09 Setembro 2012
  • 16 Setembro 2012
  • 23 Setembro 2012
  • 30 Setembro 2012
  • 07 Outubro 2012
  • 14 Outubro 2012
  • 21 Outubro 2012
  • 28 Outubro 2012
  • 04 Novembro 2012
  • 11 Novembro 2012
  • 18 Novembro 2012
  • 25 Novembro 2012
  • 02 Dezembro 2012
  • 09 Dezembro 2012
  • 16 Dezembro 2012
  • 23 Dezembro 2012
  • 30 Dezembro 2012
  • 06 Janeiro 2013
  • 13 Janeiro 2013
  • 20 Janeiro 2013
  • 27 Janeiro 2013
  • 03 Fevereiro 2013
  • 10 Fevereiro 2013
  • 17 Fevereiro 2013
  • 24 Fevereiro 2013
  • 03 Março 2013
  • 10 Março 2013
  • 17 Março 2013
  • 24 Março 2013
  • 31 Março 2013
  • 07 Abril 2013
  • 14 Abril 2013
  • 21 Abril 2013
  • 28 Abril 2013
  • 05 Maio 2013
  • 12 Maio 2013
  • 19 Maio 2013
  • 26 Maio 2013
  • 02 Junho 2013
  • 09 Junho 2013
  • 16 Junho 2013
  • 23 Junho 2013
  • 30 Junho 2013
  • 07 Julho 2013
  • 14 Julho 2013
  • 21 Julho 2013
  • 28 Julho 2013
  • 04 Agosto 2013
  • 11 Agosto 2013
  • 18 Agosto 2013
  • 25 Agosto 2013
  • 01 Setembro 2013
  • 08 Setembro 2013
  • 15 Setembro 2013
  • 22 Setembro 2013
  • 29 Setembro 2013
  • 06 Outubro 2013
  • 13 Outubro 2013
  • 20 Outubro 2013
  • 27 Outubro 2013
  • 03 Novembro 2013
  • 10 Novembro 2013
  • 17 Novembro 2013
  • 24 Novembro 2013
  • 01 Dezembro 2013
  • 08 Dezembro 2013
  • 15 Dezembro 2013
  • 22 Dezembro 2013
  • 29 Dezembro 2013
  • 05 Janeiro 2014
  • 12 Janeiro 2014
  • 19 Janeiro 2014
  • 26 Janeiro 2014
  • 02 Fevereiro 2014
  • 09 Fevereiro 2014
  • 16 Fevereiro 2014
  • 23 Fevereiro 2014
  • 02 Março 2014
  • 09 Março 2014
  • 16 Março 2014
  • 23 Março 2014
  • 30 Março 2014
  • 06 Abril 2014
  • 13 Abril 2014
  • 20 Abril 2014
  • 27 Abril 2014
  • 04 Maio 2014
  • 11 Maio 2014
  • 18 Maio 2014
  • 25 Maio 2014
  • 01 Junho 2014
  • 08 Junho 2014
  • 15 Junho 2014
  • 22 Junho 2014
  • 29 Junho 2014
  • 06 Julho 2014
  • 13 Julho 2014
  • 20 Julho 2014
  • 27 Julho 2014
  • 03 Agosto 2014
  • 10 Agosto 2014
  • 17 Agosto 2014
  • 24 Agosto 2014
  • 31 Agosto 2014
  • 07 Setembro 2014
  • 14 Setembro 2014
  • 21 Setembro 2014
  • 28 Setembro 2014
  • 05 Outubro 2014
  • 12 Outubro 2014
  • 19 Outubro 2014
  • 26 Outubro 2014
  • 02 Novembro 2014
  • 09 Novembro 2014
  • 16 Novembro 2014
  • 23 Novembro 2014
  • 30 Novembro 2014
  • 07 Dezembro 2014
  • 14 Dezembro 2014
  • 21 Dezembro 2014
  • 28 Dezembro 2014
  • 04 Janeiro 2015
  • 11 Janeiro 2015
  • 18 Janeiro 2015
  • 25 Janeiro 2015
  • 01 Fevereiro 2015
  • 08 Fevereiro 2015
  • 15 Fevereiro 2015
  • 22 Fevereiro 2015
  • 01 Março 2015
  • 08 Março 2015
  • 15 Março 2015
  • 22 Março 2015
  • 29 Março 2015
  • 05 Abril 2015
  • 12 Abril 2015
  • 19 Abril 2015
  • 26 Abril 2015
  • 03 Maio 2015
  • 10 Maio 2015
  • 17 Maio 2015
  • 24 Maio 2015
  • 31 Maio 2015
  • 07 Junho 2015
  • 14 Junho 2015
  • 21 Junho 2015
  • 28 Junho 2015
  • 05 Julho 2015
  • 12 Julho 2015
  • 19 Julho 2015
  • 26 Julho 2015
  • 02 Agosto 2015
  • 09 Agosto 2015
  • 16 Agosto 2015
  • 23 Agosto 2015
  • 30 Agosto 2015
  • 06 Setembro 2015
  • 13 Setembro 2015
  • 20 Setembro 2015
  • 27 Setembro 2015
  • 04 Outubro 2015
  • 11 Outubro 2015
  • 18 Outubro 2015
  • 25 Outubro 2015
  • 01 Novembro 2015
  • 08 Novembro 2015
  • 15 Novembro 2015
  • 22 Novembro 2015
  • 29 Novembro 2015
  • 06 Dezembro 2015
  • 13 Dezembro 2015
  • 20 Dezembro 2015
  • 27 Dezembro 2015
  • 03 Janeiro 2016
  • 10 Janeiro 2016
  • 17 Janeiro 2016
  • 31 Janeiro 2016
  • 07 Fevereiro 2016
  • 14 Fevereiro 2016
  • 21 Fevereiro 2016
  • 28 Fevereiro 2016
  • 06 Março 2016
  • 13 Março 2016
  • 20 Março 2016
  • 27 Março 2016
  • 03 Abril 2016
  • 10 Abril 2016
  • 17 Abril 2016
  • 24 Abril 2016
  • 01 Maio 2016
  • 08 Maio 2016
  • 15 Maio 2016
  • 22 Maio 2016
  • 29 Maio 2016
  • 05 Junho 2016
  • 12 Junho 2016
  • 19 Junho 2016
  • 26 Junho 2016
  • 03 Julho 2016
  • 10 Julho 2016
  • 17 Julho 2016
  • 24 Julho 2016
  • 31 Julho 2016
  • 07 Agosto 2016
  • 14 Agosto 2016
  • 21 Agosto 2016
  • 28 Agosto 2016
  • 04 Setembro 2016
  • 11 Setembro 2016
  • 18 Setembro 2016
  • 25 Setembro 2016
  • 02 Outubro 2016
  • 09 Outubro 2016
  • 16 Outubro 2016
  • 23 Outubro 2016
  • 30 Outubro 2016
  • 06 Novembro 2016
  • 13 Novembro 2016
  • 20 Novembro 2016
  • 27 Novembro 2016
  • 04 Dezembro 2016
  • 11 Dezembro 2016
  • 18 Dezembro 2016
  • 25 Dezembro 2016
  • 01 Janeiro 2017
  • 08 Janeiro 2017
  • 15 Janeiro 2017
  • 22 Janeiro 2017
  • 29 Janeiro 2017
  • 05 Fevereiro 2017
  • 12 Fevereiro 2017
  • 19 Fevereiro 2017
  • 26 Fevereiro 2017
  • 05 Março 2017
  • 12 Março 2017
  • 19 Março 2017
  • 26 Março 2017
  • 02 Abril 2017
  • 09 Abril 2017
  • 16 Abril 2017
  • 23 Abril 2017
  • 30 Abril 2017
  • 07 Maio 2017
  • 14 Maio 2017
  • 21 Maio 2017
  • 28 Maio 2017
  • 04 Junho 2017
  • 11 Junho 2017
  • 18 Junho 2017
  • 25 Junho 2017
  • 02 Julho 2017
  • 09 Julho 2017
  • 16 Julho 2017
  • 23 Julho 2017
  • 30 Julho 2017
  • 06 Agosto 2017
  • 13 Agosto 2017
  • 20 Agosto 2017
  • 27 Agosto 2017
  • 03 Setembro 2017
  • 10 Setembro 2017
  • 17 Setembro 2017
  • 24 Setembro 2017
  • 01 Outubro 2017
  • 08 Outubro 2017
  • 15 Outubro 2017
  • 22 Outubro 2017
  • 29 Outubro 2017
  • 05 Novembro 2017
  • 12 Novembro 2017
  • 19 Novembro 2017
  • 10 Dezembro 2017

  • Dia de feira



    Há feira na minha terra. Suponho que entre hoje e terça-feira.
    As raízes perdidas são coisas que doem.
    Os dois séculos da minha vida teimaram em ganhar fronteiras bem definidas, com erro de somenos importância.
    O séc.XX foi o meu tempo das origens, rústico, repleto de conhecenças, onde os demais me chamavam pelo nome.
    O XXI é esta difusa coisa urbana, anónima, como está?
    Sempre fui bicho-do-mato. Amante dos silêncios povoados, recluso de porta aberta, onde a praça estivesse sempre à mão.
    Algures no virar do século, perdi o pé.
    Deixei de ver o porto onde fazia a cárrega.
    Navego sem conhecenças, não diviso o rosto de outros marinheiros.
    Por isso, hoje não atravessarei as ruas entre plásticos e barros, entre vergas e carrosséis.
    Não ficarei à mesa para o frango com pó.
    Ninguém me chamará pelo nome.



    O atum e a cavala



    Naquela linha de cavalo e égua, muitos anos andei enganado com a suposta concubinagem entre atum e cavala.
    Se ninguém me disse que eram géneros diferentes da mesma espécie, também ninguém me convenceu depois do contrário.
    Deve ter havido um dia em que acordei e decidi colocar a cavala a salvo das investidas do atum.
    Que era o meu preferido.
    Mas havia ainda outros casos. Carapau e sardinha não eram bem o mesmo, nem faziam par.
    Mas era como se fizessem.
    É claro que era uma espécie de clubite gastronómica. Um Sporting-Benfica, um Simone-Madalena das coisas de comer.
    E eu sempre fui mais pelo carapau até ao tal dia em que decidi trocá-lo de repente pela sardinha.
    Menos borrego e mais cabrito. Mais perdiz e menos pombo. Menos lebre e mais coelho. Mais galinha e menos peru. Por aí.
    Havia também os pêros e as maçãs. Definitivamente pelas maçãs. A laranja e o ananás, pelo ananás.
    Hoje, graças à negação dessas dicotomias ou não, meto o dente em qualquer um. Já não vou por sons, por palavras, por supostos géneros. Até por cores.
    Também não vou pela embalagem. Lembram-se todos da fase da fruta bonita. O freguês come com os olhos. Tudo a saber a nada. Pão sem sal.
    Tenho saudades da fruta do Cercal, de São Luís, e lá da horta do monte da minha bisavó.
    Lá na minha, já quase não há árvores de fruto. Abençoadas as poucas figueiras que restam.
    Como vêem, começo a falar de alhos e acabo em bugalhos, outra dicotomia.

    imagem em



    Sono

    E adormeceu, agarrada ao teclado de peluche...





    Traços

    Nada batia certo.
    Nem os alçados com os cortes, nem as plantas com as perspectivas nem a bota com a perdigota.

    Isso foi culpa do ACAD.
    Qual ACAD? Isto foi feito à unha, num programazinho do século passado, tipo régua, esquadro e compasso.
    Mas atão?
    Atão... nada. Deu-me para isto. Porque é que as coisas haveriam de bater certo? E a expressão artística? Queres limitar-me? Queres submeter-me a regras ultrapassadas em que tudo tem que bater certinho?



    O verão de 2000

    Ainda me divido entre os calendários agrícola e civil. Mesmo que as ligações ao campo se limitem hoje a presenças espaçadas.
    E, por isso, vejo os anos terminarem na época balnear. Quando ela existe.
    Quando não acontece, a sensação é a de emendar anos em anos, sem que 31 de Dezembro seja mais do que fim de mês.
    Poucos anos passei sem molhar os pés. Mas neste século, só uma vez mergulhei nas águas do Atlântico. Com muita pena minha.
    Estou portanto quase em ano seguido desde o verão de 2000.
    Em que não tive férias.
    Mas todos os dias, quase todos os dias, levantava voo dos complexos industriais da margem sul com destino a uma das minhas praias de infância.
    Fui Carlos mais uma vez. Mas por poucos dias, já que a senhoria desta vez acabou por entrar com o meu nome.
    Sr. Manuel, já não lhe chamo Carlos. Mas alugou a casa e agora não a aproveita?
    Não lhe consegui explicar que sim, que a aproveitava.
    Que aproveitava a casa, a praia, as ruas em calçada, as casas velhas, os cafés, a noite.
    Que aproveitava as viagens, a auto-estrada, a estrada nacional, o calor alentejano e as melodias que me acompanhavam no banco do Toyota e do Honda. Que encontrei nessas viagens alguns companheiros, cavalheiros da estrada. Aqueles com quem fazemos uma viagem, ora atrás, ora à frente, como dois ciclistas em fuga. Sem picanços, com muita cortesia e ajuda nas ultrapassagens.
    Que aproveitava o regresso, às vezes com a neblina das manhãs, o café recém-aberto, a estrada, a auto-estrada, Paio Pires, Barreiro.
    Ver os monstros industriais. Assistir à demolição triste de quarteirões fabris. Fotografar esses mundos de cabeça.
    Conseguir viver em férias, em fim-de-ano, a trabalhar.



    Os intelectuais e a política

    Meter prego e estopa em campo minado é leviandade. Mas apetece-me hoje entrar por caminhos ínvios mais uma vez.
    A primeira questão que se levanta logo é definir o intelectual. O que é um intelectual?
    Em tempos, dei a minha definição a um velho amigo com o qual partilhei o número suficiente de viagens de carro para termos tempo para muita conversa fiada.
    Não ficou muito de acordo. Deu a dele.
    Estou convencido de que hoje, se fosse caso disso, ainda trocaríamos longos argumentos sem resultado nenhum.
    O que nos levaria para outro campo, o da discussão. A isso irei em outra altura.
    Não estou convencido de que a definição que apresentei nesse dia seja melhor do que todas as outras. Mas estou convencido de que é um conceito suficientemente vago para ser visto e carimbado de muitas formas.
    Como todos ou quase todos os conceitos que não são matemáticos.
    Talvez que eu me refira a um subconjunto mal definido desse conjunto difuso de cujos elementos se diz que são intelectuais.
    É isso com toda a certeza. Uma vez que qualquer conjunto é subconjunto de si próprio.
    Adiante.
    Há em grande parte das análises e dos comentários políticos uma base de erro que me espanta.
    Essa base, passe a redundância, é partir do princípio que as coisas, a sociedade, os homens, o seu comportamento, são racionais.
    Nada mais errado.
    Todas as construções que se fazem com essa base, são inevitavelmente instáveis. Para não dizer outra coisa.
    O que me leva sempre a imaginar o que seria a condução de uma sociedade entregue a tais cabeças.
    Devo dizer que considero, não sei se erradamente, que o bom político não pode ser um homem de horizontes muito largos. Mas se o é, tem que os ter tão largos que isso lhe permita ser capaz de os encurtar.
    Tudo isto que acabei de dizer tem tanta razão ou tão pouca que nem sei onde me inclua.
    Se no grupo dos políticos, se no dos intelectuais, se no dos presumidos, se no dos irrefutavelmente ignorantes.
    Como é que se podem dizer coisas sem pretender racionalizar ou ser artista?



    Rotas demarcadas



    Foto de MSMS



    O Civic preto

    O carro não tem travões!
    Não tem, pai? Mas ainda agora funcionavam.
    Não tem. Não me vês a carregar no pedal?
    Caramba! Vá bombeando! Será a bomba que se foi?
    Não sei, só sei que não trava.
    Bolas.
    Arre! Nada. Nem resistência tem o pedal.
    Vai bater no Civic.
    Chiça!

    Então... mas tu não vês em que pedal é que eu estava a carregar?
    Qual?
    Neste, no da embraiagem. Tinha o pé esquerdo encostado ao pedal do mija-mija. Troquei os pedais.
    Ah ah ah! E eu nem sequer me lembrei de puxar o travão de mão...
    Nem eu. O que é que me dizes disto?
    Digo que tal pai, tal filho. Fazer o quê? Sabe de quem é o Civic?
    Não. Ainda por cima, deve ser de alguma visita. E novinho em folha.

    Ó Zé, sabes de quem é o Civic preto que está lá fora?
    O Civic preto? Porquê? O que é que aconteceu?
    Eh pá, uma das minhas. Vinha com o carro desligado, lá de cima da oficina, e em vez de carregar no travão, vinha com o pé na embraiagem...
    E bateste? Bateste no carro da minha mulher? Logo hoje que lhe pedi para o trazer, porque tenho o meu na oficina...
    E é novo, ainda não o tinha visto.
    Novo? Fui buscá-lo esta semana!
    Foi só o farol...

    (o meu pai conduziu durante décadas sem nunca ter tido um acidente, apesar de nefelibata)



    Concessão à bola

    Reparo hoje que a minha última referência ao futebol, descontando o post anterior parece datar do último Benfica – Sporting, a 4 de Janeiro. Há uma outra a propósito dias depois, nada mais.
    Falava então dos seis milhões de benfiquistas, esses alegados 60% que agora dormem mais descansados.
    Faço esta concessão naquela linha tradicional do contra. O Sporting perdeu, não se fala de futebol. Pois eu falo. Já que falo tão pouco de bola, lá vai.
    Disse uns dias depois no tal outro e último post que o campeonato estava arrumado desde o dia em que o Sporting ganhou ao Leiria, a 20 de Dezembro. À 15ª jornada. Ou seja, de acordo com umas tabelas que me mostraram, nos últimos não-sei-quantos anos, nenhuma equipa recuperara a distância, da 15ª jornada até ao final, para o primeiro que se verificava então (considerando a percentagem de pontos obtidos sobre os possíveis).
    Pois é, nesse dia o Sporting ganhou e ficou fora da carroça. Pelo que os números ditavam.
    Hoje, aconteceu o que se temia. Principalmente para aqueles que fazem contas ao dinheiro, lá se vai a hipótese de reduzir o défice.
    Em algum lado da história, o futebol deixou de ser aquela coisa de clube, camisola, facção e passou a ser negócio, empresa, rendimento, mas um negócio piramidal, ruinoso e pouco empresarial. Nunca me empolguei muito com futebóis. Nesta coisa de bola, só tenho saudades é do muda aos cinco e acaba aos dez, em que fazia a minha perninha. Futebol é jogar à bola, não é ficar a ver os outros jogar. Mas sabe-se lá como, numa esquina qualquer, vi-me sportinguista. E lá tinha as minhas discussões com o empregado da pastelaria, fervoroso benfiquista, que ainda deve estar a recuperar da tareia que lhe dei quando o Lourenço (o outro Lourenço) marcou quatro na Luz (a outra Luz).
    Esta minha filiação clubística é um mistério. Nunca percebi na minha família a não ser já com os meus cabelos brancos qual era o clube de cada um. E tive as minhas surpresas. Já aqui falei disso também.
    As coisas hoje estão longe desse tempo em que me colocava dentro do balcão da pastelaria para melhor alvejar o meu adversário do alto dos meus sete anos.
    O futebol é hoje uma necessidade ainda maior. Basta olhar para as falanges ululantes e pensar o que seria se não tivessem aquele escape para a energia (estúpida?) que acumulam.
    Basta ouvir as discussões acaloradas e facciosas para perceber que, se não houvesse a bola, aquela verve incendiária cairia sobre coisas bem mais importantes, e de forma certamente desastrosa.
    Ainda se lembram do “ópio do povo”?
    Dito isto, acrescentar apenas que continua a tornar-se imperativo fazer o tal escrutínio para saber qual é o erro dos 6.000.000
    E outra coisa, isto muito sinceramente, se calhar é melhor que vá o Benfica à Liga dos Campeões. Sempre costuma fazer melhor figura.
    Como é que é possível que eu tenha falado tanto de bola?
    Ah, e vi o jogo. Há muitas luas que não via um jogo de futebol de fio a pavio. Estou a ficar velho, deve ser isso.